top of page

Passagens de Fauna serão construídas para proteger Animais na Chapada dos Veadeiros

Updated: Jun 23, 2021

O estado de Goiás está prestes a ganhar novas passagens de fauna, a proposta visa a proteção dos animais do cerrado. Elas serão situadas nas rodovias GO-239 e na GO-188, no município de Alto do Paraíso, cortando o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.


A Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) deu inicio ao cumprimento da ação judicial interposta pela Associação dos Amigos das Florestas – AAF, que determina, entre outras medidas, implantar sete redutores de velocidade na GO-118 e treze na GO-239, tipo ondulações transversais (quebra-molas), ou barreiras eletrônicas ao longo dos trechos que contemplam o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.


Alguns moradores cotestam a instalação de lombadas físicas, o que pode causar acidentes pelo fato de a GO ser uma rodoviária Interestadual e com amplo tráfego de caminhões. Outros se manifestam a favor pela importância da preservação da vida silvestre.





Os responsáveis pelo desenvolvimento do anteprojeto serão o Grupo Eco & Eco, empresa pioneira em desenvolver projetos e implantar estruturas inovadoras em áreas ambientais, junto da GOINFRA. Ao todo, serão desenvolvidas 12 passagens de fauna, seis subterrâneas e seis suspensas. Há mais sugestões para outras medidas de mitigação, como, por exemplo: áreas de cercamento nos locais, sinalização e lombadas eletrônicas para a redução das velocidades dos carros.



As passagens de fauna

Muito comum fora do Brasil, as passagens de faunas vem ganhando cada vez mais espaço nas rodovias brasileiras. Ela é uma espécie de corredor, que possibilita a travessia segura dos animais em ambientes fragmentados, fazendo com que o número de atropelamento de animais silvestres seja reduzido drasticamente.





Segundo levantamento realizado pelo Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE) revela que 15 animais são mortos por segundo no Brasil, ou seja, 1,3 milhão por dia, ou 475 milhões por ano. Na região do cerrado, a ONG Amigos da Floresta, que visa promover a proteção, fiscalização, conservação, recuperação e manejo do meio ambiente, fez um estudo que revela que mais de 800 animais são atropelados anualmente na região da Chapada dos Veadeiros. Nas rodovias no entorno do parque circulam cerca de 183 a 220 espécies. Sendo que seis espécies figuram na Lista da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção.


Existem vários tipos de passagens de fauna, entre elas a suspensa, que permite o deslocamento para animais arborícolas e escansoriais. O Grupo Eco & Eco destaca-se por ser a primeira empresa a desenvolver e implantar o primeiro o modelo de Passagem de Fauna Suspensa com efetividade comprovada e dentro das normas.




Outros tipos de passagem são: as subterrâneas, que são estruturas montadas, uma espécie de túnel, para fazer a ligação entre os dois fragmentos de vegetação, possibilitando aos animais um trânsito seguro entre as duas áreas, e os os ecodutos, também conhecidos como pontes verdes, que é uma estrutura acima das rodovias que recompõe uma formação vegetal ou florestas, formando uma rota entre os fragmentos.





Grupo Eco & Eco

Reconhecido no mercado como uma empresa pioneira em desenvolver projetos e implantar estruturas inovadoras em áreas ambientais, a empresa atua há mais de 20 anos e conta com mais de 167 projetos implantados por todo Brasil. O Grupo Eco & Eco oferece diferentes tipos de passagem de fauna, de acordo com as espécies que precisam ser atendidas pelo recurso e com uma análise detalhada do local.


É uma união entre empresas comprometidas com a sustentabilidade. As ações englobam planejamento estratégico para outras empresas, análise de viabilidade de projetos, assessoria e consultoria, elaboração de projetos e gerenciamento de obras não convencionais.

184 views0 comments

Recent Posts

See All

Commentaires


DESTAQUES

Assine a nossa newsletter

Obrigado pelo envio!

Sitha_-_Terapeuta_-_Alto_Paraíso_-_Chapa
Banner_300x500_Guia_Alto_Paraíso.jpg
bottom of page