• Tami Teo

Cerrado está em chamas e Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros permanece fechado

Updated: 2 days ago


Por conta do fogo, o Parque Nacional da Chapadas dos Veadeiros está fechado para visitação desde sexta-feira (2 de outubro) e permanecerá inacessível até que a situação se estabilize. O incêndio chegou até a área do Mirante da Janela – um dos pontos turísticos mais populares da região.


As queimadas estão sendo contidas por cerca de 30 militares do Corpo de Bombeiros de Goiás (CBM-GO), com a ajuda do Ibama, pelos voluntários brigadistas da Rede Contra Fogo e pela Brigada Voluntária Ambiental de Cavalcante (BRIVAC). Os dois grupos são formados por voluntários que auxiliam em diversas áreas - combater o fogo, logística, transporte, alimentação, comunicação – e não contam com nenhuma verba.


O Cerrado precisa da sua ajuda. Acesse os sites e redes sociais dos brigadistas voluntários e se informe sobre como contribuir. Doações de lanches fáceis de carregar, equipamentos de segurança e combustível são bem-vindas. As doações também podem ser feitas em dinheiro. @salvechapada e @associacaoveadeiros também são associações que ajudam a preservar a biodiversidade da Chapada.

Fonte: Corpo de Bombeiros de Goiás (CBM-GO)


As queimadas no Cerrado bateram recorde em 2020 causando a maior destruição já ocorrida nesse bioma brasileiro. Foram registrados mais de 21 mil focos de queimada entre janeiro e agosto desse ano, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE, como mostrado na matéria do Brasil de Fato. Houve 12 mil focos de incêndio só em setembro, de acordo com notícia do Correio Brasiliense. E os focos vêm aumentando em todas as cidades da Chapada.


O Cerrado ocupa 22% do território brasileiro e é o segundo maior bioma da América do Sul, segundo o Ministério do Meio Ambiente. Porém esse bioma está sendo depredado e substituído pela monocultura e pecuária. O Agronegócio provoca desmatamento, queimadas, contaminação do solo e violência contra os povos que preservam a vegetação. De acordo com o diretor do Instituto Cerrados, Yuri Salmona, cerca de 36 milhões de hectares já viraram pastagens.


“Na época da seca temos uma série de incêndios, que muitas vezes são criminosos. Quase a totalidade do cerrado foi destruída para a agropecuária, especialmente a pastagem. O setor é responsável por cerca de 96% do desmatamento no Cerrado dos 48% do que já foi desmatado, porque o bioma já tem metade da sua área toda desmatada, quase a totalidade foi destruída para a agropecuária", explicou o ambientalista ao Brasil de Fato.


146 views

DESTAQUES

Assine a nossa newsletter