Festival de Cinema em São Jorge d dia 25 a 27 de Outubro traz filmes com mensagens de cunho social,


Marcando sua presença na Chapada dos Veadeiros, o cinema brasileiro chega novamente à vila de São Jorge, desta vez, dando destaque a filmes produzidos no Goiás e no Distrito Federal. São obras que abordam dramas das relações interpessoais, da nossa cultura e das pessoas com o meio ambiente, tema este que assume vital importância nas reflexões da sociedade contemporânea.


O Festival que vai dos dias 25 a 27 de Outubro terá 3 dias de intensa programação, onde o público terá a oportunidade de conhecer a produção cinematográfica da região, além de contar com a presença de cineastas que estarão abertos para um bate-papo sobre seus filmes. Vai ter também muita música boa, lançamento de livro, oficinas e festas.

E a Chapada recebe o festival num momento de grande importância para o país; um momento político em que somos levados ao desafio de superar as intransigências e as intolerâncias de nossa sociedade. E nada melhor do que a natureza para nos colocar no lugar da generosidade e da abundância em forma de rios, flores e frutos. Em plena primavera, a riqueza e as belezas do Cerrado estarão nas trilhas e na tela, proporcionando diversão e reflexão sobre a importância de preservar o bioma de maior biodiversidade do planeta.

Veja a programação:

Dia 01 - 25/10 - Quinta-Feira

A partir das 20h

-Som e Silêncio - Experimental/Dança (Mateus Almeida-GO/2018)

-De Repente - Ficção (Bruno Caldas-DF/2015)

-Taego Ãwa - Documentário (Henrique Borela e Marcela Borela-GO-TO/2016)


Dia 02 - 26/10 - Sexta-Feira

A partir das 20h

-Raízes do Cerrado e Farmácia Cabocla - Documentário (Natália Vitral/Oya Coletivo-GO/2018)

-Roda da Fortuna - Ficção (Luciano Porto-DF-GO/2018)

-Duas Irenes - Ficção/Drama (Fábio Meira-GO/2017)


Dia 03 - 27/10 - Sábado

As 19h

-Piscina de Caique - Ficção/Infantil (Raphael Gustavo da Silva-GO/2017)

-A Câmera de João - Ficção/Infanto-juvenil (Tothi Cardoso-GO/2017)

-Meu Amigo Nietzche - Ficção (Fauston da Silva-DF/2012)

-O Malabarista - Animação (Iuri Moreno-GO/2018)


As 20h

-Outro Fogo - Documentário (Guilherme Moura Fagundes-DF-GO/2017)

-À Tona - Ficção (Daniella Cronemberger-DF/2018)

-Repartição do Tempo - Ficção/Comédia (Santiago Dellape-DF/2016)


DESTAQUES

Assine a nossa newsletter