Chapada dos Veadeiros pede Socorro, fogo segue devastando o berço das águas!


O Incêndio que atinge o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros continua "crítico e fora de controle", informou o chefe da unidade, Fernando Tatagiba. O fogo atinge a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, desde a última terça-feira (17). O Parque Nacional continua fechado à visitação. O incêndio chegou também a propriedades privadas.


Segundo Tatagiba, brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) tentam impedir que o fogo atinja estruturas administrativas e alojamentos do parque. O incêndio chegou também a propriedades privadas, cujos donos procuraram o ICMBio para pedir ajuda. De acordo com o ICMBio, nem todos esses focos tiveram origem do incêndio no parque.

De acordo com o boletim do ICMBio de hoje (22), as principais frentes de combate ao incêndio se localizam perto do Córrego dos Ingleses, onde, se não tivesse combate, o incêndio teria ameaçado estruturas administrativas do parque e no Jardim de Maytreia, importante ponto turístico da região. O fogo atravessou a rodovia GO-239, que liga Alto Paraíso a São Jorge, provocando problemas de visibilidade e colocando a vida dos motoristas em risco.



O ICMBio diz que, até agora, 35 mil hectares (14,6%) foram atingidos. Na semana passada, outro foco de incêndio, logo controlado, destruiu cerca de 3 mil hectares.

Ao todo, mais de 200 pessoas estão envolvidas na operação, que é conduzida pela Coordenação de Combate e Prevenção de Incêndios do ICMBio. Neste fim de semana, o combate foi reforçado com a chegada de mais brigadistas do Parque Nacional do Itatiaia (RJ), do Grupo Ambiental do Torto (GAT), da Estação Ecológica da Serra Geral (TO), bombeiros de Goiás e do Distrito Federal e por mais uma aeronave.


Sem sinal de chuva, as condições climáticas estão desfavoráveis para o combate, com vento forte, temperatura de 37 graus Celsius e sensação térmica de 41 graus, o que contribui ainda mais para a expansão das chamas.

Depois do avanço da monocultura ao redor da Chapada os moradores mais antigos afirmam que nunca haviam viso tanto fogo, poucas chuvas e temperaturas tão altas. Em nota, o ICMBio informou que a suspeita é que o incêndio tenha sido criminoso, pois a área de início das chamas foi em uma região de aceiros, que funcionam como barreira para diminuir a intensidade dos incêndios.

“Acreditamos também nessa possibilidade, já que o início das chamas se deu nas margens da rodovia. Qualquer produto que se jogue no mato seco, as chamas se iniciam e se propagam facilmente”, destaca Fernando.


A assessoria de imprensa da ICMBio informou que 30 mil hectares do parque já foram consumidos pelo fogo desde o incêndio anterior, iniciado no dia 10. O número corresponde a aproximadamente 12,5% do parque, que tem 240 mil hectares.

Estado de Calamidade

A população de Alto Paraíso segue exigindo que as autoridades decretem estado de emergência para que a região possa receber o devido apoio de outros órgãos e inclusive das forças armadas.



Você pode Ajudar!

Entre em contato através do email redecontrafogoveadeiros@gmail.com e informe-se sobre a melhor forma de ajudar aos que estão combatendo o fogo na Chapada dos veadeiros


DESTAQUES

Assine a nossa newsletter