A jornada espiritual de Marina Abramović passa pela Chapada dos Veadeiros



A Foto foi produzida em Alto Paraíso de Goiás - Chapada dos Veaderios, no Jardim de Maitreya, como é conhecido o belo jardim natural com vegetação característica do cerrado brasileiro, escolhido pela artísta como palco de uma das cenas do seu novo filme Espaço Além — Marina Abramović e o Brasil. O lugar recebeu o nome místico inspirado em uma divindade budista, onde Maitreya seria o avatar de uma nova era para a humanidade.

A pioneira da arte performática Marina Abramović, com mais de 40 anos de trajetória e considerada uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista "Time" em 2014, viaja pelo Brasil em uma jornada em busca do que ela chama de “pessoas e locais de poder” e das conexões entre arte e espiritualidade. Mix de road movie e thriller espiritual, ele revela a pesquisa da artista sobre rituais sagrados e comunidades espirituais, em meio à exuberância da natureza brasileira.

A equipe de filmagem percorreu mais de seis mil quilômetros pelo país, acompanhando Abramović por várias experiências espirituais e de cura, como cirurgias realizadas pelo médium João de Deus, em Abadiânia (GO), por locais sagrados entre cachoeiras e paisagens da mística Chapada dos Veadeiros, em cerimônias e incorporações do Vale do Amanhecer, no Distrito Federal, na força do sincretismo religioso de Salvador, rituais de ayahuasca na Chapada Diamantina (BA), em processos xamânicos em Curitiba (PR), e a força dos cristais de Minas Gerais, entre outras experiências pelo território nacional.

Com visitas a curandeiros, sábios, xamãs e seitas, rituais intimistas e experiências em cenários naturais, o documentário acompanha Abramović em uma profunda jornada introspectiva de memórias, dor e experiências passadas.


O filme, traz uma abordagem inédita ao processo criativo íntimo de uma das artistas mais importantes da atualidade. Espaço Além — Marina Abramović e o Brasil é dirigido por Marco Del Fiol, que passou os últimos 15 documentando trabalhos de Olafur Eliasson, Isaac Juliene outros artistas. Seus filmes foram exibidos em festivais no Museu Reina Sofia, no Centre Pompidou e no Nederlands Fotomuseum, e fazem parte de coleções de instituições como o Center for Contemporary Artde Israel, o Hong Kong Arts Centre, e o Le Plateau, na França.

A produção ainda nota que o filme é o único documentário estrangeiro a concorrer ao prêmio de Melhor Documentário do South by Southwest Film Festival. O lançamento do filme será dia 13 de março. O filme será exibido na mostra “Documentary Feature Competition”, sendo o único título não americano entre os 10 selecionados para a categoria. Neste ano, 1013 documentários foram inscritos no festival.

Assista ao Trailer do Filme:


A Obra atenta para uma crescente tendência mundial, a busca pela espiritualidade e por significados mais profundos da vida, que são muitas vezes sufocados pelas culturas de consumo.

#Arte #MisticismoAltoParaíso #CuraChapada #AltoParaíso

DESTAQUES

Assine a nossa newsletter